skip to Main Content
Siga-nos na rede social Twitter Facebook

Estruturação Planejada de Ativos

Levando-se em consideração as inúmeras leis e a própria dificuldade de administrar um conglomerado familiar ou até mesmo alguns imóveis herdados. Surgiu na década de 70 a ideia de Holding. Historicamente e erroneamente confundem joint-venture com holding, passando até mesmo pela ideia de evasão fiscal. No entanto este instrumento é a melhor forma de blindagem patrimonial e Planejamento sucessório, quando falo de blindagem refiro-me apenas a entrada de estranhos ao grupo empresarial, seja por motivo de divórcio, seja por relacionamentos dos nossos filhos, netos e enteados.

Nossa sugestão vai um pouco adiante, pensamos no fortalecimento do grupo empresarial, da imagem, da alavancagem financeira e da blindagem Licita, prevenção de conflitos familiares e até mesmo como uma simples prestadora de serviços onde se associa a ideia de Pessoa jurídica com adesão a planos de saúde, até ao lançamento de ações (IPO)

Não obstante as funções da Holding lembramos também as receitas de alugueis gerados por imóveis do grupo familiar, desta forma a aplicabilidade ultrapassa os preceitos das Leis das S/A . No entanto se a ideia for negócios ilícitos esta sugestão de nada adianta, já temos leis de informações compartilhadas, leis de penhoras e confisco de bens de offshore e Onshore, mas se a sua ideia for planejamento sucessório e blindagem honesta de bens, venha tomar um café conosco para conhecer melhor como utilizar esta incrível ferramenta de negócios, sem mistérios, e sim, de forma simples e transparente.

José Loides Costa

Accountant

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado só para você!
Você, como gestor empresarial, sabe mais do que ninguém a importância…
Back To Top